Vacina contra gripe funciona melhor se tomada de bom humor

Vacina contra gripe funciona melhor se tomada de bom humor
Não vá tomar vacina de mau humor - a chance de que ela não funcione para você será maior.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Bom humor contra a gripe

Será que basta estar de bom humor para que uma vacina seja mais eficaz?

Cientistas da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, afirmam que há uma conexão clara entre o humor da pessoa e a proteção que ela usufrui da vacina contra a gripe.

Os cientistas ainda não têm certeza se é exatamente o fato de estar mais feliz o que faz com que a vacina contra a gripe funcione melhor, ou se há algo mais em jogo - eles garantem que há uma associação, mas não podem garantir que há uma causalidade.

Vacina e bom humor

Um grupo de 138 adultos entre 65 e 85 anos receberam uma vacina contra a gripe e registraram seu estado psicológico durante duas semanas antes e quatro semanas após tomar a vacina. Eles tiveram que responder a perguntas como, "Quão energizado você se sente?" e "O quanto você se sentiu fora de controle?", dando suas respostas em uma escala de um a cinco.

Os resultados mostram uma associação entre aqueles que registraram bom humor ao longo do período de observação de seis semanas e os níveis de proteção da gripe detectados no sangue quatro meses depois.

O maior destaque, contudo, é que houve uma associação ainda mais forte entre a eficácia da vacina e estar de bom humor no dia da vacinação.

É importante notar que o estudo só mostra que as pessoas que estavam de bom humor no dia da vacinação tinham mais anticorpos contra os vírus da gripe em seu sangue quatro meses depois, e não se o bom humor em si foi o que causou esse efeito.

Além disso, embora os pesquisadores tenham testado anticorpos específicos da gripe, eles não analisaram seu trabalho específico de matar os vírus. A quantidade de anticorpos no sangue dá uma boa indicação, mas não uma garantia definitiva de que alguém poderia ser capaz de enfrentar os vírus da gripe sem apresentar os sintomas.

Eficácia das vacinas

Há outros fatores que influenciam a eficácia de uma vacina. Algumas pesquisas mostram que as vacinas administradas pela manhã são mais eficazes do que as recebidas mais tarde no dia.

E pesquisadores da Universidade de Yale (EUA) encontraram evidências de que nossos genes influenciam como responderemos às vacinas contra a gripe, ou seja, a vacina funciona melhor para algumas pessoas do que para outras.

De fato, já está bem estabelecido que a eficácia da vacina contra a gripe varia muito entre os indivíduos. E as pessoas mais velhas, que são mais vulneráveis a complicações da gripe, e consideradas o público-alvo principal dessas vacinas, parecem obter o menor benefício delas.

A equipe envolvida neste estudo planeja a seguir realizar ensaios clínicos para verificar se o bom humor realmente faz com que a vacina da gripe funcione melhor nas pessoas mais velhas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Felicidade

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.