Tabagismo custa mais de US$ 1 trilhão por ano, diz OMS

Tabagismo custa mais de US$ 1 trilhão por ano, diz OMS
Seis milhões de pessoas morrem prematuramente por ano em decorrência do fumo.
[Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil]

Custos do fumo

As despesas de saúde e por perda de produtividade econômica em decorrência do uso de tabaco podem custar aos países mais de US$ 1 trilhão por ano.

A informação foi divulgada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, que elaboraram o relatório que trata dos impactos do fumo na economia dos países e na saúde da população.

O documento mostra que, se ignorada, a indústria do tabaco traz enormes prejuízos para o sistema de saúde e para as famílias.

Atualmente, seis milhões de pessoas morrem prematuramente por ano em decorrência do fumo. A maioria das vítimas está em países em desenvolvimento. Em todo o mundo, 1,1 bilhão de fumantes tem até 15 anos de idade e 226 milhões são pobres.

Taxação dos cigarros

No lado positivo, o relatório indica que os investimentos em políticas de controle do uso do tabaco, incluindo o aumento de preços e impostos, podem proteger as pessoas das doenças que mais matam no mundo (câncer e problemas cardíacos) e ainda se tornar uma fonte de receitas para saúde e para o desenvolvimento.

De acordo com o estudo, se os países banissem o marketing que incentiva o uso do tabaco e aumentassem os impostos de cigarros em US$ 0,80 por pacote, poderiam gerar um aumento em suas receitas em 47% ou US$ 140 bilhões.

O aumento das taxas elevaria em 42% os preços de venda dos cigarros e estimularia o declínio do hábito de fumar para pelo menos 66 milhões de fumantes adultos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Tabagismo

Vícios

Drogas Lícitas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.