Programa de computador detecta primeiros sinais de Parkinson

Programa de computador detecta primeiros sinais de Parkinson
O programa registra como uma pessoa elabora desenhos a mão livre e analisa os dados em tempo real.
[Imagem: RMIT University]

Dr. Programa

Parece que um programa de computador consegue fazer o que nenhum médico até hoje é capaz: Diagnosticar a doença de Parkinson quando ainda não há sintomas físicos.

Ainda não existem exames laboratoriais para Parkinson e, quando as pessoas chegam ao neurologista com os sintomas, as células nervosas em seus cérebros já sofreram danos irreversíveis.

O novo software de diagnóstico, que depende apenas de tecnologias já disponíveis, apresentou uma taxa de precisão no diagnóstico de 93%, trazendo a esperança de um tratamento precoce.

"Antecipar o ponto em que o tratamento pode começar é crítico porque sabemos que, no momento em que alguém começa a sentir tremores ou rigidez, já pode ser muito tarde," disse o professor Dinesh Kumar, da Universidade RMIT (Austrália), que liderou a equipe que elaborou o programa.

Programa de diagnóstico de Parkinson

O programa registra como uma pessoa elabora desenhos a mão livre e analisa os dados em tempo real.

Além do próprio programa, tudo o que é necessário para realizar o teste é uma caneta, papel e um grande tablet de desenho.

"Sabemos há muito tempo que a doença de Parkinson afeta as habilidades de escrita e esboço dos pacientes, mas os esforços para traduzir essa percepção em um método de avaliação confiável falharam - até agora. Com esta ferramenta, podemos dizer se alguém tem doença de Parkinson e calcular a gravidade da sua condição, com uma taxa de precisão de 93%.

Mas a equipe ainda não submeteu a nova ferramenta a testes que permitam avaliar de forma conclusiva sua capacidade de detecção precoce da doença.

"Nosso estudo teve algumas limitações, então precisamos trabalhar mais para validar nossos resultados, incluindo um estudo longitudinal em diferentes demografias e um teste de pacientes que não estão tomando medicação," disse a pesquisadora Poonam Zham, que elaborou o programa. "Mas estamos entusiasmados com o potencial dessa tecnologia simples de usar e barata para transformar a maneira como diagnosticamos o Parkinson e com a expectativa de mudar a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo."


Ver mais notícias sobre os temas:

Softwares

Diagnósticos

Neurociências

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.