Emprego e saúde - OMS alerta sobre uma conexão direta entre os dois

Saúde dos trabalhadores

Um novo relatório da Organização Mundial da Saúde sobre os determinantes sociais da saúde afirma que o tipo de mudança constante por que passa o mercado de trabalho atual pode afetar bem mais do que o bolso das pessoas - pode afetar principalmente a saúde dos trabalhadores.

A pesquisa, coordenada pelo Dr. Carles Muntaner, descobriu uma forte associação entre doenças mentais e físicas e condições precárias de emprego - como contratos temporários de trabalho e trabalhos em tempo parcial - que oferecem baixos salários e virtualmente nenhum benefício.

Quando comparados com trabalhadores formais, os trabalhadores que relatam insegurança em seus empregos apresentam efeitos adversos significativos sobre sua saúde mental e física.

Estresse no trabalho

A pesquisa também descobriu que o estresse no trabalho é associado com um aumento de 50% no risco de doenças coronarianas e que há uma evidência consistente que empregos com altas exigências, baixo nível de controle e desequilíbrio na premiação dos esforços individuais são fatores de risco para problemas de saúde físicos e mentais, como depressão, ansiedade e uso de drogas.

"O acesso ao sistema de saúde não é o único determinante de uma comunidade saudável," diz o Dr. Muntaner. "Todos os aspectos do nosso estilo de vida, incluindo como nós trabalhamos, são intrinsecamente ligados ao nosso bem-estar e à nossa qualidade e duração de vida."

No relatório, intitulado Eliminando As Diferenças em uma Geração: Eqüidade na Saúde Através da Ação sobre os Determinantes Sociais da Saúde, são feitas recomendações amplas para que se alcance uma maior igualdade na saúde. As recomendações incluem a melhoria nas condições do mercado de trabalho e ações para a melhoria do emprego e das condições do próprio trabalho.


Ver mais notícias sobre os temas:

Trabalho e Emprego

Drogas Lícitas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.