22/02/2018

Tecnologia para regeneração de cabelos poderá curar calvície

Redação do Diário da Saúde
Tecnologia para regeneração de cabelos poderá curar calvície
Os germes do folículo capilar foram colocados em um biochip, a seguir implantado na pele das cobaias. [Imagem: Yokohama National University]

Folículos pilosos

Um novo método para a preparação em massa de agregados celulares conhecidos como "germes do folículo capilar (GFCs)", trouxe novas esperanças de tratamentos para a perda de cabelo.

Um dos maiores obstáculos à medicina regenerativa do cabelo tem sido a preparação desses germes do folículo capilar, que são a fonte reprodutiva dos folículos pilosos.

Uma equipe japonesa desenvolveu agora uma técnica que permite a preparação simultânea de até 5000 GFCs. E eles já foram testadas com sucesso em camundongos, gerando o nascimento de grandes tufos de cabelo no corpo dos animais.

"A chave para a produção em massa de GFCs foi a escolha dos materiais de substrato para funcionarem como vasos de cultura. Utilizamos o dimetilpolisiloxano permeável ao oxigênio (PDMS) no fundo do vaso de cultura, e funcionou muito bem," contou o professor Junji Fukuda, da Universidade Nacional de Yokohama.

Depois de cultivados, os germes foram recolhidos e colocados em uma matriz com aproximadamente 300 microfuros, que foi então implantada e serviu de base para gerar folículos pilosos e pêlos no corpo dos camundongos.

Cura da calvície à vista

A equipe confirmou a geração de cabelos pretos em vários pontos de transplante no corpo dos animais. O cabelo regenerado apresentou o ciclo capilar típico do cabelo natural.

"Este método simples é muito robusto e promissor. Esperamos que esta técnica melhore a terapia regenerativa do cabelo humano para tratar perdas de cabelo como a alopecia androgênica," disse Fukuda. "Na verdade, temos dados preliminares que sugerem a formação de GFCs humanos usando queratinócitos humanos e células de papila dérmica."

Esse novo estudo com células humanas deverá ser publicado nos próximos meses.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.