24/08/2017

Queremos rótulos que ajudem o consumidor a comer bem

Redação do Diário da Saúde
Queremos rótulos que ajudem o consumidor a comer bem
Entre as propostas estudadas está o uso de "semáforos" para indicar se algum ingrediente no alimento está em excesso.[Imagem: Anvisa/Divulgação]

Tabela nutricional complicada

As informações que vêm nos rótulos de alimentos são importantes para que o consumidor possa fazer escolhas conscientes sobre o que vai para sua mesa no dia a dia.

Mas como deve ser o rótulo dos alimentos para que as informações sejam de fácil entendimento e respondam às dúvidas sobre a qualidade nutricional do produto?

A procura por esta resposta está no centro do trabalho que a Anvisa vem realizando sobre rotulagem nutricional. Nesta semana, a Agência realizou uma reunião com as entidades envolvidas no tema e que fazem parte do Grupo de Trabalho criado em 2014 para propor soluções para a informação nutricional no Brasil.

Durante a reunião, foram apresentadas as propostas existentes atualmente e os pontos que são favoráveis ao consumidor. A Anvisa também apresentou um panorama geral sobre rotulagem de alimentos no mundo e as vantagens e desvantagens das experiências já testadas em outros países.

Semáforo nutricional

Os estudos científicos revisados pelo grupo de trabalho mostram que a atual tabela nutricional é de difícil compreensão e pouco utilizada pelos consumidores. Isso acontece porque a tabela um formato pouco atrativo e que exige esforço do consumidor, conhecimento nutricional e tempo para ser entendida e utilizada.

As propostas iniciais em discussão estão baseadas em dois eixos principais: o uso do sistema de semáforo com cores, que sinalizam se algum ingrediente está em excesso, e o uso de símbolos com advertência sobre algum ingrediente em excesso que pode fazer mal.

O próximo passo é fazer um refinamento das propostas discutidas na reunião e dar início ao processo de regulação, que envolverá ainda a realização de uma consulta pública sobre o tema.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.