06/03/2017

Qual tipo de exercício físico irá queimar mais calorias?

Redação do Diário da Saúde
Qual tipo de exercício físico queima mais calorias?
Os pesquisadores mediram de forma independente as duas formas de energia que o corpo consome para se mover: a aeróbica, que usa o oxigênio, e a anaeróbica, que não depende do oxigênio. [Imagem: Grupo de Investigación LFE/UPM]

Aeróbicos e anaeróbicos

Exercícios aeróbicos interpostos com exercícios de resistência superam o treinamento convencional tanto em termos de consumo de oxigênio quanto de gasto energético.

De forma mais surpreendente, o programa de treinamento que mais consumiu quilocalorias (kcal) foi aquele que exigiu o mínimo de esforço dos voluntários, mesmo quando todos os programas tinham a mesma duração e a mesma intensidade.

Estes resultados, que prometem ajudar a projetar protocolos de treinamento físico mais eficazes, foram obtidos por uma equipe da Universidade Politécnica de Madri (Espanha) e acabam de ser publicados na revista científica PLOS ONE.

Tipos de exercícios físicos

A recomendação de exercícios aeróbicos e de resistência se justifica porque tanto a capacidade de resistir a um exercício mais ou menos prolongado (aptidão cardiovascular) quanto a força muscular se relacionam com a saúde futura. Ou seja, uma pessoa com uma melhor capacidade cardiovascular e/ou aumento da força muscular muito possivelmente terá uma saúde melhor nos anos seguintes. Ambos os tipos de treinamento também são usados nos tratamentos para perda de peso.

Mas a questão "Qual é o melhor tipo de exercício para um resultado mais rápido?" sempre se coloca, o que levou os pesquisadores espanhóis a comparar três programas de treinamento: Uma sessão de força com aparelhos de musculação, uma sessão de força muito semelhante, mas utilizando pesos livres (barras, pesos e halteres), e uma terceira sessão em que exercícios de força com pesos livres foram alternados com exercícios na esteira e bicicleta.

Uma das novidades do estudo foi que os pesquisadores mediram de forma independente as duas formas de energia que o corpo consome para se mover: a aeróbica, que usa o oxigênio, e a anaeróbica, que não depende do oxigênio.

Exercite-se sem se cansar tanto

Os resultados indicam que o treinamento combinado - pesos livres mais exercícios aeróbicos alternados - produz o maior gasto de energia, e ainda exige o menor grau de esforço. Em outras palavras, o treinamento que mais consumiu energia foi aquele no qual os participantes se cansaram menos.

A sessão mista de cerca de uma hora representou um dispêndio médio de 259 kcal (311 kcal para os homens e 203 kcal para as mulheres), em comparação com 203 kcal de dispêndio médio com pesos livres e apenas 173 kcal nos aparelhos de musculação.

Os participantes marcaram os níveis de esforços percebidos em cada sessão com uma média de 7,6 para o protocolo combinado, 8,4 para a sessão de força com equipamentos e 9 para a seção com pesos livres.

Estes resultados, observam os pesquisadores, "têm uma aplicação prática promissora para as pessoas com excesso de peso e obesidade, para as quais o exercício físico implica um esforço ao qual elas não estão acostumadas, e para aquelas pessoas que têm como objetivo produzir o maior gasto de energia possível para maximizar a perda de gordura corporal."

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.