31/03/2017

Medicamento antienvelhecimento estará pronto em cinco anos, diz cientista

Redação do Diário da Saúde
Medicamento antienvelhecimento pode estar pronto em cinco anos, diz cientista
"Isto é o mais próximo que já chegamos de um medicamento antienvelhecimento seguro e eficaz."[Imagem: UNSW]

Reparação do DNA

Cientistas identificaram uma etapa crítica no processo molecular que permite que nossas células reparem o DNA danificado.

De acordo com David Sinclair e Lindsay Wu, da Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália, sua descoberta pode viabilizar o desenvolvimento de uma droga revolucionária que realmente reverta o envelhecimento por meio de uma melhoria no sistema natural do corpo de reparar o DNA.

Se parece muito otimismo, assim que a pesquisa foi publicada, os pesquisadores foram contatados pela NASA, que vem buscando meios de proteger os astronautas contra a radiação espacial durante as planejadas viagens a Marte - a radiação cósmica gera danos nas moléculas de DNA, o que é uma das maiores ameaças à saúde dos astronautas durante viagens espaciais de longa duração.

Remédio contra envelhecimento

Embora nossas células tenham uma capacidade inata para reparar danos ao DNA, sua capacidade de fazer isso diminui à medida que envelhecemos.

Os cientistas australianos descobriram que o metabólito NAD+, presente naturalmente em todas as células do nosso corpo, tem um papel fundamental como regulador nas interações proteína-proteína que controlam esse mecanismo de reparo do DNA.

Ao tratar camundongos com um precursor do NAD+, chamado NMN, a equipe forneceu uma espécie de "reforço" para as células, o que melhorou sua capacidade de reparar danos no DNA causados pela exposição à radiação ou pelo avançar da idade.

"As células dos camundongos mais velhos eram indistinguíveis daquelas dos camundongos jovens após apenas uma semana de tratamento," disse o professor David Sinclair. "Isto é o mais próximo que já chegamos de um medicamento antienvelhecimento seguro e eficaz, que talvez esteja a apenas três a cinco anos de chegar ao mercado se os ensaios tiverem sucesso."

Os ensaios clínicos em humanos da terapia com NMN deverão começar rapidamente, antes do final deste ano, anunciou Sinclair.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.