15/08/2017

Felicidade: Gaste tempo ganhando dinheiro e depois use o dinheiro para comprar tempo

Redação do Diário da Saúde
Felicidade: Gaste tempo ganhando dinheiro e depois use o dinheiro para comprar tempo
O dinheiro pode não trazer felicidade diretamente, mas pode ser usado para comprar tempo livre, e o tempo livre traz bem-estar.[Imagem: CC0 Creative Commons/Pixabay]

Crise dos tempos modernos

Vivendo em uma sociedade fundamentada no dinheiro, mas sempre em busca da felicidade, a humanidade da nossa era parece dividida entre fazer um esforço para buscar seu próprio caminho pessoal para o bem-estar ou convencer-se, de algum modo, que é mais fácil aderir à corrente e acreditar que o dinheiro pode ser um caminho para a felicidade.

Essa crise fica bem caracterizada nas inúmeras e repetidas pesquisas que os cientistas fazem sobre o tema.

A mais recente dessas pesquisas acaba de concluir que o dinheiro pode não trazer felicidade diretamente, mas pode ser usado para comprar tempo livre, e o tempo livre traz bem-estar.

Parece algo como "seja feliz arrumando um emprego para ganhar dinheiro e depois use o dinheiro para comprar de volta uma parte do tempo que o próprio emprego lhe tirou". Mas, como é de fato muito difícil escapar do turbilhão financeiro da vida moderna, pode ser uma boa alternativa usar o salário para pagar alguém para fazer suas tarefas domésticas, por exemplo.

"Pessoas que contratam uma faxineira ou pagam alguém para cortar a grama podem sentir que estão sendo preguiçosas. Mas nossos resultados sugerem que comprar tempo tem benefícios semelhantes para a felicidade quanto ter mais dinheiro," disse Ashley Whillans, professora da Universidade de Harvard (EUA).

Comprar tempo

Os pesquisadores entrevistaram mais de 6.000 adultos no Canadá, Dinamarca, Estados Unidos e Holanda perguntando se e quanto gastavam todos os meses para comprar tempo livre. Outras questões avaliaram a satisfação com a vida e a sensação de estresse com relação ao tempo.

Aqueles que gastavam dinheiro em compras para economia de tempo relataram maior satisfação com a vida independentemente do seu nível de renda.

"Os benefícios de comprar tempo não são apenas para pessoas ricas," disse a professora Elizabeth Dunn, da Universidade da Colúmbia Britânica, coautora da pesquisa. "Pensamos que os efeitos só poderiam valer para pessoas com um bocado de renda disponível, mas, para nossa surpresa, constatamos os mesmos efeitos em todo o espectro de renda".

E o tempo livre traz felicidade?

Para testar se o tempo comprado realmente traz maior felicidade, os pesquisadores também realizaram uma experiência de campo.

Sessenta adultos foram distribuídos aleatoriamente para gastar US$ 40 em uma compra de economia de tempo em um fim de semana e US$ 40 em uma compra de bens materiais em outro fim de semana.

Os resultados revelaram que as pessoas se sentiram mais felizes quando gastaram dinheiro na compra de economia de tempo do que quando gastaram na compra do bem material.

Apesar dos benefícios, os pesquisadores ficaram surpresos ao descobrir como poucas pessoas optam por gastar seu dinheiro em compras com economia de tempo no dia a dia. Mesmo na parcela de 850 milionários que foram entrevistados, quase metade afirmou que não gastava dinheiro com a terceirização de tarefas de que não gostavam.

Outra pesquisa com 98 adultos empregados, perguntando como eles gastariam uma receita inesperada de US$ 40 também revelou que apenas 2% iria usar o dinheiro de uma maneira que lhes economizasse tempo.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.