22/12/2016

Efeito Angelina Jolie sobre exames genéticos para câncer de mama

Redação do Diário da Saúde
Efeito Angelina Jolie sobre exames genéticos para câncer de mama
Como um exame genético custa cerca de US$3.000,00, a equipe estima que a indústria faturou US$13 milhões a mais em apenas duas semanas.[Imagem: Harvard Medical School/Getty]

Influência das celebridades

A atriz Angelina Jolie anunciou publicamente que, por possuir uma variante genética, iria retirar os seios para evitar o risco de contrair câncer de mama.

A divulgação foi bastante criticada por vários especialistas em saúde, que argumentam que uma mutação genética não é um fator determinante do câncer.

Agora, passados cerca de três anos do ocorrido, uma equipe da Universidade de Harvard decidiu analisar os efeitos a médio e longo prazos do impacto que o anúncio de uma celebridade pode ter sobre o comportamento da população em geral quando o assunto é saúde.

Foi confirmado que, após a divulgação pública da atriz, houve um pico na realização do exame genético para detectar a presença do gene BRCA, associado ao câncer de mama, mas não se registrou nenhum aumento correspondente nas mastectomias.

A conclusão dos pesquisadores é que os testes genéticos não aumentaram os diagnósticos do câncer de mama, eventualmente porque os exames foram feitos por quem não precisava deles.

Exames caros e lucro

De acordo com a Dra. Sunita Desai, da Escola de Medicina de Harvard (EUA), os dados mostram o quanto o endosso de uma celebridade pode fomentar a procura por serviços de saúde, mas sem atingir efetivamente a parte da população que mais necessita desses serviços.

"Nossos resultados destacam os endossos das celebridades como uma poderosa influência sobre os comportamentos relacionados à saúde, mas também mostram que esses endossos não necessariamente atingem aqueles em maior risco de desenvolver uma doença," disse Sunita.

De acordo com a pesquisadora, o depoimento de Angelina Jolie aumentou a visibilidade dos caríssimos testes genéticos para as mutações ligadas ao câncer de mama e também pode ter alimentado inadvertidamente a testagem excessiva entre grupos de mulheres de baixo risco, mas com recursos suficientes para fazer o exame.

Apenas nas duas semanas após o comentário de Jolie, houve um aumento de 64% na realização dos exames genéticos. Como um exame destes custa cerca de US$3.000,00, a equipe estima que a indústria faturou US$13 milhões a mais devido ao anúncio da atriz.

Decisões pessoais

Para seu crédito, Angelina Jolie fez outro anúncio em 2015 sugerindo que as decisões de realização do teste genético e do tratamento devem ser feitas caso a caso. A cirurgia funcionou para ela, explicou, mas algumas opções não-cirúrgicas podem ser uma escolha melhor para algumas mulheres.

"Não há nenhuma resposta correta ou errada para saber se uma paciente deve fazer um teste genético," confirma o Dr. Anupam Jena, coautor do estudo. "Mas é importante ter uma compreensão completa da situação para tomar uma decisão bem informada".

Os resultados foram publicados na revista médica BMJ.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.