19/04/2017

Cheiro de brinquedos infláveis é perigoso para crianças

Redação do Diário da Saúde
Cheiro de brinquedos infláveis é perigoso para crianças
Os pesquisadores afirmam esperar que os resultados permitam que se trabalhe para a eliminação dessas substâncias potencialmente perigosas. [Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Cheiro perigoso

Brinquedos infláveis são excelentes na proteção das crianças pequenas que ainda não sabem nadar. Mas eles também têm cheiros fortes e característicos, que podem chegar a incomodar.

Como muitos pais já devem ter desconfiado, esses cheiros indicam que esses produtos plásticos contêm uma gama de substâncias químicas.

O problema, conforme acaba de ser demonstrado, é que várias delas são potencialmente perigosas. Alguns destes compostos "cheirosos", que incluem carbonilas, ciclo-hexanona, fenol e isoforona, podem ser críticos quando presentes em concentrações mais elevadas.

Carcinógenos e mutagênicos

Para aferir tudo isto, Christoph Wiedmer e Andrea Buettner, do Instituto Fraunhofer de Engenharia de Processos (Alemanha), recolheram amostras dos brinquedos infláveis, que foram então estudadas utilizando uma variedade de técnicas de análise de materiais.

Eles extraíram os odores detectáveis de cada amostra usando métodos de extração com solvente, destilação de alto vácuo e análise por infravermelho. Em seguida, foram identificados os principais odorantes igualmente utilizando uma combinação de abordagens analíticas, de forma a caracterizar a composição molecular dos cheiros.

Foram detectados entre 32 e 46 odores em cada amostra de brinquedo, dos quais 13 considerados intensos. A maioria destes odorantes foi identificada e entre eles estão vários compostos de carbonila mono- ou di-insaturada e seus derivados epoxidados e solventes orgânicos como ciclo-hexanona, isoforona e fenol.

De acordo com os pesquisadores, a preocupação é que essas substâncias químicas são potencialmente perigosas e podem representar riscos para a saúde das crianças, dependendo do grau de exposição e dos níveis de concentração em cada produto inflável.

A ciclohexanona pode ser nociva se for inalada, o fenol é conhecido por ser extremamente tóxico e presumivelmente ter um potencial mutagênico, e a isoforona é um carcinógeno de categoria 2, o que significa que esta é uma substância suspeita do desenvolvimento de câncer em seres humanos.

Conselho aos pais

"Várias dessas substâncias ainda não têm suas estruturas químicas determinadas. Igualmente, os potenciais efeitos negativos sobre os seres humanos, tais como irritação, cheiro desagradável ou outros efeitos fisiológicos ou psicossomáticos ainda precisam ser definidos," disse Wiedmer.

Os pesquisadores afirmam esperar que os fabricantes, distribuidores e consumidores passem a ter um olhar mais atento sobre como os produtos infláveis são fabricados, permitindo que se trabalhe para a eliminação dessas substâncias potencialmente perigosas.

Para os pais, uma dica útil é comprar os produtos vários dias antes do uso e deixá-los ao ar livre, para que uma parte dos compostos químicos seja exalada antes do contato com a criança.

 

Fonte: Diário da Saúde - www.diariodasaude.com.br

URL:  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Cópia para uso pessoal. Reprodução proibida.