Sexo entre adolescentes que namoram não atrapalha escola

Sexo e escola

O contexto em que ocorre a atividade sexual na adolescência pode moderar substancialmente a relação negativa normalmente existente entre a atividade sexual e o desempenho escolar.

"Em comparação com a abstinência sexual, as relações sexuais em relacionamentos amorosos muitas vezes é academicamente inofensivo, enquanto em outros tipos de relações é mais prejudicial," afirmam Bill McCarthy e Eric Grodsky, sociólogos da Universidade da Califórnia e da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos.

"Garotos e garotas que têm relações sexuais com parceiros românticos têm resultados semelhantes aos abstêmios na maioria das medidas de educação que examinamos," explicam eles.

Sexo na adolescência

Os jovens que tiveram relações sexuais com parceiros com os quais não estavam romanticamente envolvidos tiveram um risco maior de "pontuaram" nas seguintes medidas: problemas na escola, serem suspensos ou expulsos, menor probabilidade de chegar à faculdade, serem menos ligados à escola e saírem da escola mais cedo.

Em contrapartida, os jovens que tiveram relações sexuais com parceiros românticos não são estatisticamente diferentes dos virgens em qualquer uma dessas medidas.

O resultado só foi maior para os jovens que se engajaram em qualquer tipo de sexo em comparação com os abstêmios nos quesitos falta às aulas e, em alguns contextos, evasão escolar.

"Juntos, nossos resultados descobriram que os resultados negativos comumente atribuídos ao ato sexual entre adolescentes ocorrem principalmente em contextos não-românticos," dizem McCarthy e Grodsky. "Estes resultados levantam dúvidas quanto à veracidade dos programas de educação sexual que ligam o sexo na adolescência com uma infinidade de resultados negativos."


Ver mais notícias sobre os temas:

Sexualidade

Relacionamentos

Educação

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.