Servidoras públicas grávidas terão licença até dia 28 no Rio

Grávidas de licença

As secretarias estaduais de Educação e de Saúde do Rio de Janeiro anunciaram na manhã de hoje (12) que os alunos da rede estadual voltam às aulas no dia 17 de agosto. O número de matriculados nas escolas estaduais é de aproximadamente 1,5 milhão. Já as servidoras públicas gestantes permanecem de licença até o dia 28 de agosto, quando será avaliada a necessidade de se prorrogar medida, de acordo com o secretário de Saúde, Sérgio Côrtes.

"Nas últimas semanas, percebemos que o vírus [Influenza] H1N1 não teve um acometimento mais grave nas crianças e adolescentes. Mas continuamos vendo um perfil mais agressivo da gripe suína entre as gestantes. E estamos recomendo às demais esferas públicas dentro do nosso estado que tomem a mesma medida com relação às gestantes."

Quanto à iniciativa privada, segundo Côrtes, a primeira recomendação é que as grávidas que tenham contato direto com o público também fiquem de licença até o dia 28 de agosto.

Volta às aulas

As férias escolares na rede estadual foram prorrogadas por duas semanas devido ao aumento dos casos da gripe no estado. Sérgio Côrtes alertou que os alunos com sintomas de gripe não vão poder frequentar as aulas.

"Os alunos que apresentarem coriza, febre, tosse ou qualquer outro sintoma de gripe estão proibidos de entrar na escola. Caso os professores identifiquem qualquer aluno com síndrome gripal, irão chamar os pais para que encaminhem a criança a uma unidade de saúde."

A secretária de Educação, Tereza Porto, informou que as faltas desses alunos serão abonadas até o dia 28 de agosto, sem a necessidade de apresentação de atestado médico. "Basta que o responsável entre em contato com o diretor da escola informando o estado de saúde do filho."

Calendário escolar

Para não estender o calendário escolar até janeiro, a Secretaria de Educação decidiu agendar, a partir de setembro, oito sábados letivos. A previsão é de que as aulas, que terminariam no dia 17 de dezembro, sejam encerradas no dia 22 de dezembro.

Segundo Tereza Porto, os inspetores das 1.437 unidades estaduais já estão informados sobre os procedimentos a serem adotados nas escolas para prevenir a doença, como manter salas ventiladas e abolir o uso dos bebedouros temporariamente.

Foram comprados 176 milhões de copos descartáveis que, de acordo com a secretária, serão suficientes para atender todas as unidades do estado durante dois meses. As aulas das escolas técnicas do estado também recomeçam na próxima segunda-feira.


Ver mais notícias sobre os temas:

Epidemias

Gravidez

Educação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.