Suas pupilas indicam se você está prestando atenção

Suas pupilas indicam se você está prestando atenção
Os olhos não são uma janela apenas para a alma - são uma janela para a mente também.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Janelas da alma

Uma audiência fica são mais propensa a se sintonizar com o que o apresentador está falando quando ele apresenta alguns picos mais emocionais em sua narrativa.

Isto não é novidade, mas é interessante saber que é possível medir o quanto o ouvinte está prestando atenção apenas observando suas pupilas.

"Que 'Os olhos são a janela para a alma' é um ditado antigo apoiado por muitos estudos científicos, que associam a dilatação da pupila e o olhar com estados mentais como a atenção e a intenção. Agora nós demonstramos que os olhos não só revelam o funcionamento interno da mente, eles revelam também quando duas mentes se conectam," disse Thalia Wheatley, da Universidade Dartmouth (EUA).

Os resultados também demonstram como a empatia entra em jogo quando falante e ouvinte passam a compartilhar o foco de atenção no assunto.

Atenção pelo olhar

No nível mais básico, as pupilas se dilatam para ajustar a quantidade de luz que entra no olho.

Mas as pupilas também se dilatam velozmente em resposta à informação que está sendo processada no cérebro momento a momento - de forma similar, já se sabe que o processamento visual no cérebro é largamente inconsciente e que o nosso cérebro "enxerga" coisas que nós não chegamos a ver.

Até agora, os pesquisadores vinham projetando seus experimentos na área perguntando aos voluntários do que eles se lembravam sobre a história que um palestrante já havia contado, o que exige que a pessoa acesse a consciência ou relate o que ela própria pensou e sentiu, o que é suscetível a diversos tipos de viés e outros problemas de memória.

Para eliminar esses problemas, Wheatley e seus colegas mediram o engajamento dos ouvintes com a palestra em tempo real, avaliando uma resposta fisiológica - neste caso, as alterações na dilatação da pupila, que não podem ser falsificadas ou controladas conscientemente.

Empatia na atenção

Os resultados mostraram uma associação conclusiva, a ponto de permitir mensurar o nível de engajamento do ouvinte com a palestra pela dilatação da pupila a cada momento. Os olhos dos ouvintes indicavam, por exemplo, seu aumento de atenção quando o orador entrava em um momento mais emocional e mais envolvente do seu relato.

A equipe agora pretende usar uma tecnologia de rastreamento dos olhos a laser, que permite monitorar os olhos de várias pessoas simultaneamente, para verificar se existe mesmo um momento de "compartilhamento de atenção", em que orador e ouvinte passariam a apresentar movimentos similares nas pupilas - é a famosa "interação com a plateia", que muitos músicos alegam por vezes ter alcançado. Eles consideram que isto representará uma medição fisiológica e objetiva da empatia.


Ver mais notícias sobre os temas:

Mente

Olhos e Visão

Cérebro

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.