Os olhos podem ser uma janela para as doenças do coração

Os olhos podem ser uma janela para as doenças do coração
O teste é simples, não tem efeitos colaterais e nem riscos, que estão sempre presentes no caso de exames invasivos, e resultará em medidas preventivas mais eficazes
[Imagem: Wikimedia/Laitr Keiows]

Janela para o coração

Por séculos, os olhos têm sido vistos como as janelas para a alma. Mas os cientistas agora acreditam que os olhos também podem fornecer pistas vitais para o risco de doenças cardíacas e derrames.

Esta pesquisa pode permitir que os optometristas e oftalmologistas passem a desempenhar um papel fundamental no diagnóstico para a identificação de sinais de problemas de saúde graves, que ameaçam a vida dos pacientes.

A visão escondida dos olhos

Pesquisadores do Centro para Pesquisas dos Olhos da Austrália confirmaram que os vasos sanguíneos da retina, localizada na parte posterior do olho, podem revelar alterações nos vasos sanguíneos de outras partes do corpo, especialmente no cérebro, nos rins e no coração.

O estudo demonstrou que os vasos sanguíneos da retina podem ser fotografados e as imagens analisadas por um programa de computador para determinar com precisão o risco de uma pessoa sofrer um ataque cardíaco ou um derrame, ou AVC (acidente vascular cerebral).

Evitar ataques cardíacos e derrames

Quando uma pessoa tem sintomas de uma doença cardiovascular, normalmente o dano no organismo já é irreversível. Desta forma, encontrar as pessoas com elevado alto risco e tratá-las o mais cedo possível, mesmo antes de terem os sintomas, pode minimizar os danos aos vasos sanguíneos e, potencialmente, evitar os ataques cardíacos ou o derrame.

Atualmente, os médicos estimam a chance estatística de uma pessoa desenvolver doenças cardiovasculares analisando os fatores individuais, como se ela é fumante, seu histórico familiar, peso, colesterol e pressão arterial. Depois de apresentar os sintomas, testes invasivos mais detalhados, como a angiografia, são necessários para confirmar o resultado e avaliar a gravidade dos danos às artérias do coração.

O objetivo dos pesquisadores é criar mecanismos pelos quais os exames dos olhos possam funcionar em conjunto com os exames tradicionais, permitindo o diagnóstico da iminência do problema antes que ele ocorra de fato.

Olhando dentro dos olhos

"O teste é simples, não tem efeitos colaterais e nem riscos, que estão sempre presentes no caso de exames invasivos como as angiografias, e resultará em medidas preventivas mais específicas," diz o Dr. Tien Wong, um dos autores do novo estudo.

"Nós sabemos que o tabagismo, o álcool em excesso, o sedentarismo e a má alimentação são ruins para nossa saúde, mas ver as evidências não com os seus olhos, mas dentro dos seus próprios olhos, pode ser a campainha capaz de acordar a pessoa para as mudanças necessárias," diz a Dra. Christine Bennett, que também participa da pesquisa.

Sobre o diagnóstico precoce do derrame e dos ataques cardíacos, veja também as reportagens http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=derrame-cerebral- emite-sinal-perigo-antes-ocorrer&id=4572 e Exame dos olhos supera ressonância magnética no diagnóstico de derrame cerebral.


Ver mais notícias sobre os temas:

Olhos e Visão

Exames

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.