Mulheres acham mestiços mais atraentes, diz pesquisa

Pessoas mestiças

Uma pesquisa feita pela Universidade de Cardiff, na Grã-Bretanha, sugere que as pessoas mestiças são vistas como as mais atraentes.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, um conjunto de 1.205 fotos, escolhidas aleatoriamente, de pessoas brancas, negras e mestiças, encontradas no site de relacionamento Facebook, foram apresentadas a 40 estudantes do sexo feminino.

Elas deram a cada uma das pessoas nas notas uma nota de um a dez, indicando o quanto a consideravam atraente.

O resultado foi que os mestiços mostraram ter 55% mais chance de serem vistos como atraentes do que as pessoas brancas e negras nas fotos.

Extremamente atraentes

Além disso, um em cada dez pessoas consideradas "extremamente atraentes" eram mestiças.

De acordo com Michael Lewis, um dos autores do estudo, trata-se de uma proporção maior do que a que poderia se esperar, visto que os mestiços representam apenas 3% dos britânicos.

Lewis disse que estudos anteriores já haviam indicado que pessoas mestiças eram consideradas mais atraentes - e sua pesquisa procurou ir além.

Mistura de raças

Para o pesquisador, os resultados do novo levantamento também refletem a noção darwinista de heterose, segundo a qual a mistura de raças leva a filhotes que são geneticamente mais adaptados ao ambiente que seus pais.

"Há indícios, embora sem terem sido checados, de que o impacto da heterose vai além de apenas grau de atratividade", disse Lewis.

"Observamos que, apesar de os mestiços representarem uma parcela menor da população (mundial, em termos gerais), eles estão super representados no topo de profissões", explicou.

"É o caso da atriz Halle Berry, do piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton e, claro, do presidente americano Barack Obama."

O estudo está sendo apresentado no encontro anual da Sociedade Britânica de Psicologia.


Ver mais notícias sobre os temas:

Auto-imagem

Cirurgias Plásticas

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.