Pacientes acreditam em mitos e têm medo da anestesia geral

Medos e mitos sobre a anestesia geral
O medo da anestesia geral inclui preocupações como morrer durante a anestesia, não acordar após a cirurgia, acordar durante a cirurgia e ansiedade durante a espera para ir para a sala de cirurgias.
[Imagem: Univ.Salford]

Medo de anestesia

Nada menos do que 1 em cada 5 pacientes que vão passar por uma cirurgia têm muito medo de acordar durante o procedimento.

E 85% por cento dos pacientes que participaram de uma pesquisa logo após a cirurgia disseram que tinham ficado ansiosos em receberem uma anestesia geral, segundo uma pesquisa publicada na edição de maio do Journal of Advanced Nursing.

Como a anestesia funciona

Os resultados mostraram que 17% dos entrevistados disseram ter estado extremamente ansiosos, 22% disseram que estavam muito ansiosas, 46% disseram que estavam um pouco ansiosos e apenas 15% não experimentaram nenhuma ansiedade no dia prévio à cirurgia.

As principais preocupações incluíam morrer durante a anestesia, não acordar após a cirurgia, acordar durante a cirurgia e ansiedade durante a espera para ir para a sala de cirurgias.

"Nosso estudo destaca a importância dos pacientes receberem informações adequadas e oportunas sobre a anestesia, antes do dia da cirurgia, a fim de limitar a sua ansiedade," diz o Dr. Mark Mitchell, da Universidade de Salford, no Reino Unido.

"Isso deve incluir informações sobre como a anestesia geral é conduzida, a noção de que a anestesia é cuidadosamente controlada e supervisionada e da eliminação de mitos associados com a anestesia geral," diz o médico.

Medo de acordar ou de não acordar

Os pacientes que participaram da pesquisa tinham idades entre 18 e 75 anos, com uma idade média de 46 anos, e 59% eram do sexo feminino. A maioria passou por cirurgias ginecológicas, ortopédicas, urológicas e do ouvido, nariz e garganta.

As três principais preocupações que fizeram os pacientes sentirem-se muito ansiosos foram o medo de não acordar (26 por cento), morrer durante a anestesia (25 por cento) e acordar durante a cirurgia (20 por cento).

Quando os pesquisadores combinaram todos os pacientes que estavam ansiosos, as cinco principais preocupações eram: a espera pela sua vez na sala de cirurgia (59 por cento), o pensamento de chegar à porta da sala de cirurgias (56 por cento), o medo de morrer durante a anestesia ou de não acordar depois (ambos 48 por cento) e acordar durante a cirurgia (46 por cento).

"É evidente, a partir do nosso estudo, que muitos pacientes não sabem como funciona o processo de anestesia e que isso leva a equívocos sobre, por exemplo, acordar durante a cirurgia. É vital fazer face a esses mitos, se quisermos reduzir a ansiedade dos pacientes antes do dia da cirurgia," conclui o Dr. Mark Mitchell.


Ver mais notícias sobre os temas:

Cirurgias

Emoções

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.