Levar um fora faz seu coração literalmente parar

Levar um fora faz seu coração literalmente parar
Ter o coração partido ao levar um fora tem um impacto muito além do sentido figurado - além do abalo emocional, um fora irá literalmente afetar seu coração.
[Imagem: Tim Houlihan/Wikimedia]

Dói no coração

Ter o coração partido ao levar um fora tem um impacto muito além do sentido figurado - além do abalo emocional, um fora irá literalmente afetar seu coração.

Um novo estudo constatou que ser rejeitado por uma outra pessoa causa uma queda repentina nos batimentos cardíacos.

O estudo, realizado por cientistas das universidades de Amsterdã e Leiden, na Holanda, foi publicado na revista Psychological Science.

A pesquisa mostrou que a chamada "dor social" inclui os mesmos processos cerebrais que a dor física.

Quero que você goste de mim

Para o estudo, voluntários foram convidados a enviar para os pesquisadores uma fotografia de si mesmos. Eles foram informados de que, para um estudo sobre primeiras impressões, estudantes de outra universidade iriam ver as fotos e avaliar se gostaram deles.

Esta foi apenas uma história fictícia para a experiência real. Poucas semanas depois, cada voluntário foi até o laboratório, teve eletrodos colocados no peito para um eletrocardiograma, e olharam para uma série de fotos de estudantes de outra universidade.

A cada rosto, os pesquisadores pediam que os voluntários tentassem adivinhar se aquela pessoa havia gostado deles. Em seguida, eles foram informados se a pessoa realmente gostou ou não deles, embora esta fosse apenas uma resposta gerada por computador.

Parada no coração

A taxa de batimentos cardíacos caiu antecipando-se ao momento de ouvir a opinião que o estudante da foto supostamente tinha a respeito deles.

A frequência cardíaca também foi afetada depois da informação - mas quando era dito que o voluntário da foto não havia gostado deles, o ritmo do coração diminuía ainda mais, e era mais lento para subir de volta à taxa normal.

A frequência cardíaca diminuiu mais nas pessoas que esperavam que a outra pessoa gostasse delas - naqueles voluntários que haviam gostado das pessoas na foto e, portanto, esperavam alguma forma de reciprocidade.

Os resultados sugerem que o sistema nervoso autônomo, que controla funções como a digestão e a circulação, envolve-se quando se é rejeitado socialmente. "Uma rejeição social inesperada pode literalmente 'parar' o coração, refletido na forma de uma redução temporária da frequência cardíaca," escrevem os pesquisadores.


Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Coração

Sentimentos

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.