Ipen retoma distribuição de medicamentos radioativos

Ipen retoma distribuição de medicamentos radioativos
Geradores de tecnécio-99m processados e distribuídos pelo Ipen.
[Imagem: Ipen]

Tecnécio

Os centros de medicina nuclear brasileiros receberam 127 de geradores de tecnécio produzidos a partir de molibdênio proveniente da África do Sul no dia 13 de janeiro.

Estão sendo importados pelo instituto 52 geradores com atividade entre 1.000 a 2.000 miliCurie, no período de 8 a 18 de janeiro. Esses geradores chegam prontos para uso.

Outros 35 geradores de tecnécio-99m estão sendo importados de Israel para distribuição de 12 a 16 de janeiro. Os geradores israelenses têm atividade de 1.500 e 2.000 miliCurie.

Molibdênio e Gálio

A remessa de molibdênio proveniente da Argentina deve se normalizar somente a partir da primeira quinzena de fevereiro, quando o reator que produz o material para os exames retomar sua operação.

O radiofármaco gálio-67, utilizado para localização de processos inflamatórios e tumores em tecidos moles, foi distribuído em 15 de janeiro, com atendimento integral à demanda.

Tálio

O tálio-201, empregado para análises cardíacas e recebido de fornecedor internacional, tem previsão de chegada em 17 de janeiro, com produção e distribuição em 18 de janeiro. O radiofármaco é utilizado em substituição ao tecnécio-99m em determinados casos.

A Gerência Comercial do Ipen comunica rotineiramente a todos os clientes as atividades dos geradores de tecnécio que poderão ser fornecidos a cada semana.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Medicamentos

Intoxicação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.