Sucesso dos não-conformistas é explicado por neurocientista

Como pensar diferente

Em um novo livro Iconoclasta: Um Neurocientista Revela Como Pensar Diferente (Harvard Business Press, 2008), Gregory Berns revela como pensam os inovadores de maior sucesso no mundo e o que nós podemos aprender com eles.

Berns é um cientista reconhecido na área de neuroeconomia, professor de economia, psiquiatria e ciências comportamentais da Emory University. Suas pesquisas enfocam a motivação humana e a tomada de decisões por meio de uma miscelânea de neurociências, economia e psicologia.

Iconoclastas

"Os iconoclastas são indivíduos que fazem coisas que os outros acreditam que não podem ser feitas," explica Berns. "Um iconoclasta desafia as regras, mas no momento certo, ele pode ser um ativo importante para qualquer organização devido ao seu talento de ser criativo e inovador apesar da adversidade."

O livro examina as histórias de iconoclastas famosos e não tão famosos para aprender alguma coisa sobre tomada de decisão, inovação e criatividade e a habilidade para controlar o medo - e para analisar a neurociência por trás desses processos. Berns analisa pessoas como Walt Disney, o iconoclasta da animação, Natalie Maines, uma iconoclasta acidental e Martin Luther King, que derrotou o medo.

Talento para lidar com o medo

Berns afirma que muitos iconoclastas de sucesso não nasceram assim, eles se construíram. Por várias razões, eles simplesmente vêm as coisas de forma diferente das outras pessoas.

"Certamente há pessoas que nascem assim, mas o que nós temos podido aprender com esses indivíduos é que os iconoclastas de maior sucesso são pessoas que têm talento em lidar com as falhas e particularmente em lidar com o medo - medo de falhar, medo do desconhecido," diz Berns.

Inteligência social

Ele também descobriu um traço que em última instância distingue as pessoas que realmente têm sucesso - a inteligência social.

"Uma pessoa pode ter a maior idéia do mundo - completamente diferente e inovadora - mas se essa pessoa não puder convencer um suficiente número de outras pessoas, a idéia não terá nenhuma importância," diz Berns.


Ver mais notícias sobre os temas:

Mente

Neurociências

Trabalho e Emprego

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.