Doença poderá ser detectada antes que os sintomas apareçam

Diagnóstico antes dos sintomas

Esqueça tudo o que você sabe sobre o diagnóstico de doenças, que há séculos segue a sequência doença-sintomas-consulta-diagnóstico-tratamento.

Uma nova pesquisa, que será publicada no exemplar de Maio da revista científica The FASEB Journal, detalha uma nova ferramenta inovadora que detecta sinais das doenças muito antes que os sintomas apareçam.

Reversão das doenças

A técnica revolucionária, não-invasiva, detecta sinais de doenças oculares nos seus estágios moleculares iniciais, quando seus efeitos no organismo ainda não são suficientes para gerar os sintomas.

Melhor ainda, esta nova ferramenta médica promete detectar algumas doenças dos olhos tão precocemente que haverá tempo para que elas sejam revertidas antes que possam causam quaisquer danos permanentes.

No futuro, a nova técnica poderá ser estendida a outras áreas do corpo e também poderá ajudar os médicos a avaliarem de uma forma mais precisa a eficácia dos tratamentos adotados.

Microesferas fluorescentes

Para fazer tal descoberta tão promissora, Ali Hafezi-Moghadam e seus colegas da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, combinaram microesferas fluorescentes - usadas como contraste para fazer imagens do interior do corpo - com moléculas encontradas na superfície das células do sistema imunológico.

Essas moléculas são acionadas no início do processo inflamatório.

Os cientistas pegaram esse composto de microesferas e moléculas e combinaram-no novamente com sondas de imageamento especialmente projetadas por eles.

Resposta imunológica

A seguir eles usaram as sondas simples e as duplamente combinadas para localizar biomarcadores endoteliais nos olhos de animais de laboratório, porque os olhos têm uma capacidade única de capturar os compostos de imageamento guiados por luz.

Os resultados mostraram uma sensibilidade imensamente superior das sondas duplamente conjugadas, que possibilitaram a detecção de moléculas expressas em níveis muito baixos e que ocorrem em muitas doenças oculares.

As sondas de imageamento também detectaram células do sistema imunológico que haviam sido ativadas, revelando informações quantitativas sem precedentes sobre a resposta imunológica à doença.

Medicina do futuro

"O conhecimento quantitativo das alterações na dinâmica molecular na saúde e na doença não apenas avançará nosso entendimento, mas também irá mudar a forma como a medicina será praticada no futuro," diz Ali Hafezi-Moghadam, da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos.

"Esta ferramenta vira o jogo: ela detecta doenças que causam inflamações nos olhos em nível molecular antes que qualquer dano ocorra," comentou o Dr. Gerald Weissmann, editor da revista científica que irá publicar o estudo.

"Quando você tem os sintomas, pode ser muito tarde. Então, os médicos ficam frequentemente limitados ao controle dos danos. Agora no olho, e mais tarde em outras áreas do corpo, a detecção de alterações moleculares pelas microesferas fluorescentes irá salvar vidas," conclui ele.


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Desenvolvimento de Medicamentos

Olhos e Visão

Ver todos os temas >>   


  

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.