Bill Gates doa recursos para diagnóstico rápido de tuberculose

Riqueza útil

O Ministério da Saúde e a Fundação Bill & Melinda Gates firmaram hoje parceria que vai permitir ao Brasil testar método de diagnóstico rápido da tuberculose, doença que mata cerca de 4,5 mil pessoas por ano no país.

A Fundação de Bill Gates, um dos homens mais ricos do mundo, vai repassar US$ 3 milhões, durante três anos, para financiar a parceria.

De acordo com o ministério, o teste poderá reduzir de semanas para horas o tempo para detectar a doença. Atualmente, o diagnóstico leva meses para ser concluído.

Exame de tuberculose

O teste permitirá ainda saber se o paciente tem tuberculose resistente aos tratamentos mais usados.

O teste GeneXpert foi desenvolvido pela empresa Cepheid em parceria com a organização internacional sem fins lucrativos Find. Com o apoio da fundação de Gates, o governo brasileiro poderá decidir como aplicar a tecnologia na rede pública de saúde.

A iniciativa será coordenada pelo governo e a da Fundação Ataulpho de Paiva (FAP), entidade sem fins lucrativos que trabalha no combate e prevenção da doença. A cada ano, são registrados aproximadamente 90 mil novos casos, de acordo com o ministério. As pessoas com HIV são as principais vítimas da tuberculose.

A tuberculose é causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, mas pode atingir também ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro).


Ver mais notícias sobre os temas:

Exames

Epidemias

Desenvolvimento de Medicamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.