Criado desinfetante instantâneo contra bactérias, vírus e fungos

Criado desinfetante instantâneo contra bactérias, vírus e fungos
Cientistas alemães desenvolveram um desinfetante para uso hospitalar que elimina bactérias, vírus e príons, proteínas que transmitem doenças como a de Creutzfeldt-Jakob.
[Imagem: Ag.Fapesp]

Desinfetante instantâneo

Um novo tipo de desinfetante de ação instantânea e de alta eficiência contra bactérias, vírus, fungos e príons será divulgado em artigo na edição de fevereiro do Journal of General Virology.

De acordo com os autores, do Instituto Robert Kock, de Berlim, Alemanha, a fórmula poderá ser usada na desinfecção de instrumentos cirúrgicos e auxiliar na redução de infecções hospitalares, um dos principais problemas de saúde pública.

Super bactérias e príons

O desinfetante, segundo os cientistas, atua contra uma ampla gama de patógenos, inclusive contra alguns resistentes a produtos normalmente usados em hospitais, como o enterovírus ou a bactéria Mycobacterium avium, que causa uma doença parecida com a tuberculose em indivíduos imunocomprometidos.

Em estudos anteriores o mesmo grupo alemão havia identificado uma composição detergente alcalina que se mostrou eficiente na erradicação de príons da superfície de instrumentos cirúrgicos.

Príons são agregados supramoleculares, formados por proteínas, com capacidade de modificar outras proteínas. Eles causam doenças como a encefalopatia espongiforme bovina e a doença de Creutzfeldt-Jakob, esta última que atinge humanos. Príons são difíceis de eliminar, por serem muitos resistentes à inativação.

Ideal impossível

No novo estudo, os pesquisadores misturaram a formulação alcalina anterior com quantidades variadas de álcool e testaram a capacidade de desinfecção de microrganismos em equipamentos usados em cirurgia. O grupo verificou que a mistura original adicionada a propanol a 20% foi a mais eficiente na desinfecção e também para evitar a fixação de proteínas nas superfícies.

Segundo Michael Beekes, um dos coordenadores do estudo, a fórmula encontrada não é a ideal, algo praticamente impossível de se obter. "Mesmo eliminar uma certa variedade de patógenos com uma única fórmula é difícil. Alguns microrganismos, como micobactérias, poliovírus, esporos fúngicos e príons são particularmente resistentes à inativação", disse.

"Os príons são também conhecidos por sua capacidade de se grudar em superfícies. Além disso, desinfetar instrumentos complexos usados em neurocirurgias, por exemplo, representa um grande e importante desafio, porque esses equipamentos são sensíveis ao calor", destacou.


Ver mais notícias sobre os temas:

Higiene Pessoal

Bactérias

Infecções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2016 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.