Campanha Nacional de Vacinação do Idoso é lançada pelo Ministério da Saúde

Vacinação para idosos

Com a presença do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, o governo federal inicia hoje (22) no Rio a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso Contra a Gripe. A campanha terá o apoio da Secretaria de Saúde e Defesa Civil.

Com a meta de vacinar este ano, nos 92 municípios fluminenses, cerca de 80% da população com mais de 60 anos, a campanha se estenderá até o dia 8 de maio. Em todo o país, a meta de 80% da população idosa equivale a cerca de 20 milhões de pessoas.

Esta é a 11ª campanha anual de vacinação contra a gripe para pessoas com mais de 60 anos. Estudo do Ministério da Saúde mostra que a vacina reduz em mais de 50% as doenças relacionadas à gripe e em 32% o total de hospitalizações por pneumonia. As complicações mais comuns são pneumonia, infecção no ouvido (otite), e inflação nos brônquios (bronquite).

Dia D da campanha

A solenidade de abertura da campanha será no Retiro dos Artistas, no bairro do Pechincha, às 10h. Além do ministro da Saúde, participará o secretário de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes.

A vacina estará disponível em todos os postos de saúde do estado a partir de sábado (25), "Dia D" da campanha, quando as unidades funcionarão excepcionalmente das 8h às 17h.

Estado que concentra o maior número de pessoas com mais de 60 anos, segundo o governo fluminense, o Rio contabiliza atualmente 1,65 milhão de idosos.

De acordo com a gerente de Doenças Imunopreveníveis e de Transmissão Respiratória da Secretaria de Saúde, Andréa Ayres, o estado colocará à disposição da população 1.300 postos, onde estarão acessíveis cerca de 2 milhões de doses de vacina contra o vírus Influenza.

Contra-indicação à vacina da gripe

Andréa lembra que os idosos que vivem em asilos poderão receber, além da vacina contra a gripe, imunização contra pneumonia. "Quem não puder ir a um posto de saúde deve solicitar à Secretaria de Saúde de seu município a visita de um agente para que a vacinação seja feita em casa", acrescenta.

O governo lembra ainda que a única contra-indicação é a alergia aos componentes da vacina, principalmente à proteína do ovo. Portadores de doenças neurológicas também não podem receber o imunizante. Quem estiver com gripe, apresentar estado febril ou sintomas de dengue deve esperar melhorar para depois se vacinar.

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), a vacinação é a forma mais eficaz de prevenir a gripe e suas complicações. "A cada ano, mais de 150 milhões de pessoas são vacinadas contra a gripe no mundo. Provocada pelo vírus Influenza, a doença atinge todos os anos entre 10% e 20% da população do planeta - algo em torno de 600 milhões de pessoas", informa a OMS.

Os dados indicam que, se não for tratada, a gripe pode gerar complicações que provocam entre 250 mil e 500 mil mortes por ano.


Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Terceira Idade

Poluição

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.