Brasileiros terão cirurgias mais seguras

Procedimentos de cirurgia

O Brasil vai passar a adotar os procedimentos de cirurgia segura criados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Representantes do Ministério da Saúde assinaram protocolo de implantação dos processos.

"Cada vez mais, os brasileiros terão cirurgias mais seguras", explica Maria Manuela Alves dos Santos, superintendente do Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), entidade ligada ao Joint Comission International, que credencia os hospitais no Brasil.Segundo a superintendente, cerca de 40 hospitais no Brasil já aderiram ao programa da OMS.

De acordo com ela, os procedimentos, apesar de simples, evitam erros médicos. "As equipes devem fazer uma lista de itens para checar antes, durante e depois da cirurgia", afirma. Os procedimentos incluem uma conversa com o paciente, para "verificar se ele é o doente certo", acrescenta.

Erros médicos

Dados do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) de 2007 apontam que o número de denúncias contra médicos cresceu 75% em sete anos. No mesmo período, o Cremesp observou ainda que o número de processos em andamento aumentou em 120%.

De acordo com o estudo, 35% das denúncias e 43% dos processos são relacionados a suposta má prática profissional do médico. "Não é só o Brasil que está atento a esse problema. O mundo todo está preocupado em previnir os erros médicos", comenta Roberto Queiroz Padilha, diretor do Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. "A sistematização dos trabalhos das equipes cirúrgicas é um bom começo", ressalta.


Ver mais notícias sobre os temas:

Cirurgias

Cirurgias Plásticas

Ética

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2017 www.diariodasaude.com.br. Conteúdo publicado sob licença de www.sciencetolife.com. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.